Você sabia que ressaca pode causar ansiedade? É a ansiedade de ressaca


Estimativas dão conta de que 12% das pessoas vão ter, também, uma crise de ansiedade durante a ressaca

Digite #hangxiety (termo em inglês que pode ser traduzido mais ou menos como ansiedade de ressaca) no TikTok e você vai ver uma porção de vídeos sobre o assunto, alguns deles com mais de 200 mil views; vários deles dizendo que isso é real.

Beber além da conta cobra um preço do corpo: a ressaca. O álcool é um grande estressor fisiológico, quer dizer, ele causa grande estresse ao organismo. A maioria das pessoas experimenta dor de cabeça, sede e náusea, devido, em grande parte, à forte desidratação causada pela bebida alcoólica. Parece suficiente, não? Entretanto, estimativas dão conta de que 12% das pessoas vão ter, também, uma crise de ansiedade durante a ressaca.

Por quê? O álcool mexe especialmente com duas substâncias responsáveis por transportar sinais entre os neurônios, fazendo com que o cérebro funcione bem. Uma delas é chamada gaba. É essa substância que inibe a atividade das células nervosas. É por isso que, ao beber, ficamos relaxados. Como ela reduz a excitação dessas células, o cérebro “acalma” e você também.

Esse efeito calmante também é dado porque outra substância, o glutamato, responsável pela excitação das células nervosas, tem sua ação bloqueada.
Acontece que, por efeito da bebida, chega um momento em que essas duas importantes substâncias cerebrais estarão totalmente desequilibradas. A primeira, porque teve a sua atividade estimulada com o álcool. A segunda, que deveria causar “excitação”, porque foi bloqueada. A missão do corpo é fazer com que tudo volte ao normal, tentando reduzir o gGaba e aumentar o glutamato.

Resultado: no dia seguinte, o famoso dia da ressaca, você se vê com níveis de gaba muito baixos e de glutamato bem altos. Como o contrário de relaxamento é excitação, a consequência disso é que você se sentirá ansioso

Créditos: forbes.com.br